PEDRO LAMARES TRAZ O RECITAL "A POESIA É UMA ARMA CARREGADA DE FUTURO" AO EMT

Este é um recital de poesia que vem de Gil Vicente e Camões aos autores contemporâneos, com os olhos bem fincados no nosso tempo, em busca de futuro. Fala-se de amor e morte (os grandes temas universais da poesia), mas também do medo, de discriminações várias (raciais, sexuais ou religiosas) e de esperança. Com algum humor e uma lógica de conversa, abre-se um espaço de diálogo com o público.