Cartas para Miguel Torga - Apresentação do livro de Carlos M. de Sousa

CARTAS PARA MIGUEL TORGA, organização e prefácio de Carlos Mendes de Sousa, é apresentado no dia 28 de janeiro, pelas 18h00, no Espaço Miguel Torga.


CARTAS PARA MIGUEL TORGA, organização e prefácio de Carlos Mendes de Sousa, é um livro que nos ajuda a conhecer melhor o universo pessoal de Miguel Torga.

«O impacto do conjunto das cartas recebidas por Miguel Torga resulta da amplitude do seu arco temporal, que abarca um período de sessenta e quatro anos (de 1930 a 1994), mas decorre também do número de correspondentes e da ressonância dos seus nomes. Bastará arrolar alguns deles para avaliarmos a importância deste epistolário e as achegas que traz para o estudo da história literária, cultural e política do século XX português. Encontramos cartas assinadas por Fernando Pessoa, Raul Leal, Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Jorge Amado, Teixeira de Pascoaes, Hernâni Cidade, Óscar Lopes, Maria Archer, Adolfo Casais Monteiro, Vitorino Nemésio, Sophia de Mello Breyner Andresen, Jorge de Sena, Eduardo Lourenço, Ruben A., Urbano Tavares Rodrigues, António Barreto, Mário Soares, Fernando Piteira Santos, Jack Lang e Gonzalo Torrente Ballester, entre muitos outros.»
(da introdução de Carlos Mendes de Sousa)

Carlos Mendes de Sousa é professor na Universidade do Minho. Tem-se dedicado especialmente ao estudo da literatura brasileira e da poesia portuguesa moderna e contemporânea.
Entre os seus trabalhos contam-se os livros O Nascimento da Música. A Metáfora em Eugénio de Andrade (1992), Clarice Lispector. Figuras da Escrita (2000; edição brasileira, 2012); Clarice Lispector. Pinturas (2013).
Em 2007, foi curador da exposição comemorativa do centenário do nascimento de Miguel Torga; comissariou também o Colloque International Miguel Torga, realizado no Centro Cultural Calouste Gulbenkian de Paris. Publicou, nesse ano, o catálogo Miguel Torga (1907-1995); 2.ª edição revista, Miguel Torga: o Chão e o Verbo (2014). Organizou o volume Dar Mundo ao Coração. Estudos sobre Miguel Torga (2009; edição francesa Miguel Torga, écrivain universel, 2009).
Co-dirigiu o projecto das Obras Completas de Eduardo Lourenço (Fundação Calouste Gulbenkian). Coordenou nesta colecção o volume Tempo e Poesia. Organizou a edição da Obra Poética de Sophia de Mello Breyner Andresen (2010). Foi ainda coordenador da revista Diacrítica. Literatura e co-director da revista de poesia Relâmpago (Fundação Luís Miguel Nava).